Casa à Venda

Casa - Ref: 33420

Anunciado há 4 meses

420000 reais
122 m² totais
2 quartos
1 banheiro

O imóvel não está mais disponível? Por favor,

nos avise.

Informação do vendedor

Venda

    Tempo vendendo no Mercado Livre

    5 anos

Ver propriedades

    Código da propriedade

    33420

Simule seu financiamento on-line

NOVO

  • Informe seus dados para simular condições sob medida para você.

  • Receber um contato do parceiro para obter o financiamento.

Trabalhamos comCrediHome

Dicas de segurança

  • A partir de Mercado Libre, não te pediremos senhas, PIN nem códigos de verificação por WhatsApp, telefone, SMS ou e-mail.

  • Verifique se o imóvel existe e desconfie caso digam que precisam vendê-lo ou alugá-lo com urgência.

  • Confira o remetente dos e-mails para ter certeza de que foi enviado por Mercado Libre.

  • Peça o máximo de informações possíveis sobre o imóvel, bem como fotos e/ou vídeos para comprovar sua veracidade.

  • Suspeite se o valor te parecer muito baixo.

  • Não use serviços de pagamento anônimo para pagar, reservar ou antecipar dinheiro antes de ter visto o imóvel.

Localização

R Atabasca, Jardim Santo Alberto, Santo André, São Paulo

Características

Área total122 m²
Área útil122 m²
Quartos2
Banheiros1

Descrição

Casa em boa localização. Fácil acesso a comércio. Agende sua visita. Origem e resgate histórico A região que atualmente compreende o Jardim Alberto antigamente fazia parte da histórica Fazenda Oratório. A propriedade contava com extensas terras além da cidade de Santo André, chegando à Mauá e, inclusive, em bairros da zona leste da capital paulista. Esse cenário predominava no século 19, até o início do século 20. As informações constam em "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", tese apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, em 2009 - de autoria de Iberê Luiz Di Tizio. No decorrer do século 20, o território foi comercializado e parte das terras integrou a fazenda da Juta, que atraiu milhares de famílias do interior do Estado interessadas no cultivo de fibras. A fazenda esteve ativa até o final da década de 40. E mais de dez anos depois, teve início o loteamento da região que hoje abriga o bairro Jardim Santo Alberto. Como surgiu o nome? Não há dados concretos a respeito do nome, mas o emprego do termo "Jardim", assim como ocorreu em outras localidades de Santo André e Brasil afora, atende às intenções mercadológicas. Primeiros moradores e habitação O povoamento no bairro surgiu em 1955 com populações de várias partes da cidade, da região e de todo o país. Os lotes contavam com preços acessíveis na época, o que potencializou as vendas, segundo Ademir Medici, na obra " Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Loteamentos no bairro Na década de 50, as terras que hoje abrigam o bairro foram comparadas por um imigrante japonês conhecido como Okada. Já o loteamento foi realizado por Alberto Pecorari. Dados atuais O Jardim Santo Alberto conta com cerca de 2.132 domicílios e população estimada em 6.726 habitantes - desse índice: 3.514 habitantes (correspondem à população feminina) e 3.212 habitantes (dados sobre a população masculina). As informações constam no Anuário 2015, da Prefeitura de Santo André, com base em dados colhidos em 2014. O levantamento avalia questões socioeconômicas e demográficas dos bairros da cidade. De acordo com o anuário municipal, as faixas etárias com maior índice populacional são as seguintes: 1.155 pessoas (entre 20 a 29 anos), 1.039 pessoas (entre 40 a 49 anos) e pessoas 1.030 (entre 30 a 39 anos). Já as demais faixas etárias observadas: " 1.038 habitantes (entre 60 anos ou mais); " 895 habitantes (entre 50 a 59 anos); " 484 habitantes (entre 15 a 19 anos); " 441 habitantes (entre 10 a 14 anos); " 347 habitantes (entre 05 a 09 anos); " 297 habitantes (entre 0 a 04 anos); Quanto às questões socioeconômicos observadas, de acordo com o anuário municipal, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ R$ 1.296,40. O valor é obti... *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros